Por que ser um voluntário?

Os benefícios alcançados pelo trabalho voluntário são inúmeros. Do ponto de vista social, dos assistidos, o benefício é evidente. A ação social consciente tem contribuído para reduzir as desigualdades sociais e minimizar as pressões sociais por um padrão de bem estar social mais justo e humano. Da perspectiva do voluntário, os benefícios são de outra natureza. A maioria dos voluntários quer ajudar a resolver os problemas sociais, sentir-se útil e valorizado, fazer algo diferente, exercer a generosidade e a solidariedade. Essa atitude solidária com os menos favorecidos traz inúmeros benefícios pessoais ao voluntário, melhorando sua auto-estima e até sua saúde.

Segundo pesquisa realizada por Allan Luks, em The Healing Power of Doing Good, descobriu-se que pessoas que “ajudam os outros têm consistentemente melhor saúde. Oito em dez dos entrevistados afirmaram que os benefícios para a saúde retornavam quando eles se lembravam da ação feita em anos anteriores”. Estudo da Universidade de Michigan “constatou que homens que faziam menos trabalhos voluntários eram significativamente mais propensos a morrer”.

Conclusão: trabalho voluntário faz bem à saúde física, psíquica e espiritual; o trabalhador voluntário vive mais e melhor.

Ajudar ao próximo beneficia o coração, o sistema imunológico e aumenta a expectativa de vida